www.arca.maisbarcelos.pt
NOTÍCIAS DE 2007

PRÓXIMAS ACTIVIDADES

 

III Torneio de Malha Individual

"Mano a Mano"
14 de Julho (Sábado, 14:00)

Parque da Cidade de Barcelos

 

Encenação da Lenda do Galo de Barcelos
21 de Julho de 2007

 

Participação na Feira das Associações
Agosto de 2007 - Parque da Cidade

 

 

LEIA TUDO SOBRE A PERSONALIDADE DA SEMANA: AMÁLIA RODRIGUES (clique aqui)


VEJA A IMAGEM DA SEMANA (clique aqui)

Webdesigner:

Liberto Miranda da Conceição



 
Imprimir esta página
24/04/2007
NOITE DE FADOS - COMEMORAÇÕES DO 25 DE ABRIL

  "Comemorar o 25 de Abril" foi o principal objectivo de mais uma Noite de Fados organizada pela Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo (ARCA). Esta iniciativa teve lugar na sede da Associação e contou com a presença de inúmeros participantes.

A chuva também marcou presença e obrigou a algumas alterações de última hora, uma vez que o espectáculo que deveria ter sido realizado ao ar livre e acabou por se realizar no interior da sede.

A "Noite de Fados" contou com a presença de Grupo de Fados e Guitarras M&M, do qual fazem parte quatro fadistas: Urias Macedo, Conceição Rodrigues, Fábio Macedo e Eduardo Macedo. O "Fado Macedo" foi o tema escolhido para iniciar o espectáculo e arrebatou muitos aplausos do´público. A actuação prolongou-se até depois da meia-noite e não foram esquecidos os temas mais marcantes do 25 de Abril para assinalar o Dia da Liberdade. Segundo Jorge Gonçalves, vice-presidente da ARCA, "o principal objectivo da Noite de Fados era comemorar o 25 de Abril". Realçou ainda que este espectáculo traz muitas pessoas à sede, mas "a chuva e a actuação de André Sardet poderia deixar as pessoas indecisas."

Texto extraído do Barcelos Popular de 26/04/2007 e escrito por Sónia Mendes.


10/04/2007
ENCENAÇÃO DA PAIXÃO DE CRISTO DA 6ª FEIRA SANTA


  Na noite do dia 6 de Abril, a ARCA organizou a encenação da Paixão de Cristo junto à Igreja Matriz de Arcozelo. Esta representação teatral, que teve como responsável máximo Amadeu Costa, Vice-Presidente da ARCA, coadjuvado pelos restantes membros que formam os corpos gerentes desta Associação, contou com cerca de 40 figurantes.

A todos eles, a Direcção da ARCA vem agradecer a sua colaboração.

Esta representação dramática dos últimos dias de Cristo teve grande assistência e aceitação por parte da população arcozelense e não só, pois era visível a comparência de interessados provenientes das freguesias circunvizinhas.



  A peça teatral começa com a última ceia, na qual Jesus Cristo, papel representado por António Morais, está a jantar com os seus discípulos. Comem cabrito e pão, e bebem vinho.


A meio do jantar, Jesus lava os pés dos apóstolos em sinal de humildade e de amor pelo próximo. Jesus diz depois que um deles o vai entregar, o que causa grande perplexidade entre os apóstolos, que não entendem o alcance das palavras do Mestre. Afirma então que o traidor vai humedecer o pão que Jesus distribui. Judas revela-se e abandona a mesa.

O jantar prossegue, aproxima-se do fim. A certa altura, Jesus realiza uma acção inesperada. Tomou um pão, deu graças, partiu e distribuiu-o a eles, dizendo "Isto é o meu corpo que é dado por vós. Fazei isto em minha memória." E depois de comer, fez o mesmo com o cálice, afirmando "Este cálice é a nova aliança em meu sangue, que é derramado em favor de vós." O pão representa o corpo e o sangue o vinho.


Jesus e os apóstolos dirigem-se então para o Jardim das Oliveiras. Enquanto Cristo ora ao Pai, na companhia de João e Pedro, os restantes apóstolos dormem um pouco afastados daqueles. Os discípulos de Cristo ensonados acordam apenas quando se apercebem da presença da guarda romana que aparece de repente, na companhia de Judas Iscariote, para prender aquele que assevera ser o Filho de Deus. Os guardas levam Jesus preso, tendo apenas Pedro, papel desempenhado por Jorge Gonçalves, esboçado um gesto de defesa ao Mestre ao cortar a orelha de um dos guardas, atitude esta que viria a ser sustida por Jesus, no momento em que faz um milagre ao recuperar a orelha do guarda só pelo tocar da sua mão no local do ferimento.


Jesus é levado a julgamento diante de Pôncio Pilato, o Procurador romano da Judeia na época, que consulta o povo quem dos dois, Jesus ou Barrabás, um salteador, devia ser libertado. O povo, acicatado pelos anciãos, decidem-se pela libertação de Barrabás, condenando Cristo à morte. Pilatos diatancia-se da decisão ao lavar as mãos.


O Filho de Deus é então obrigado a carregar sobre os ombros a cruz em que irá ser crucificado até ao local em que será erguida.


Durante o percurso, vê-se Judas enforcado a uma árvore, muito devido ao seu gesto de traição.


Chegados ao local, Jesus é pregado na cruz que se ergue bem alto para dar uma clara mensagem aos habitantes de Jerusalém: o Império Romano não admite outro Deus que não César. Jesus sofre durante algumas horas.


Jesus morre, é descido da cruz e o corpo entregue a Maria, sua mãe, que tem a seu lado Madalena e João. A sua mãe limpa-lhe o rosto e o corpo. Jesus prepara-se agora para a Ressurreição.



 
19/02/2007
COMEMORAÇÕES DOS 30 ANOS DA ARCA

A ARCA festejou no fim de semana de 17 e 18 de Fevereiro o seu trigésimo aniversário com actividades culturais, desportivas e recreativas que animaram um pouco a freguesia de Arcozelo.

Os festejos tiveram o seu início às 10 da manhã do dia 17 de Fevereiro (Sábado) com a abertura da exposição de pintura com obras de dois pintores estrangeiros radicados em Braga há alguns anos e com fama na cidade dos Arcebispos. Frédéric Duhamel (pintor francês) e Magali Van de Wiele (pintora belga) eram os seus nomes.

 

Obras de Frédéric Duhamel.


Para a tarde estava programado um torneio quadrangular de futebol de 5, para jogadores com mais de 30 anos (que fossem nascidos depois do surgimento da ARCA), com equipas de Arcozelo, no ringue desportivo do Núcleo Desportivo Os Andorinhas. A prova acabou por ser conquistada pela equipa representativa da ARCA, ao bater na final o Grupo Desportivo e Cultural Cristina por 4:2, numa partida bastante equilibrada. Eis os resultados:

GDC Cristina, 4 - Casa do Benfica, 2

ARCA, 5 - ND Os Andorinhas, 2

Jogo para o 3º e 4º lugares: Casa do Benfica, 7 - ND Os Andorinhas, 0

FINAL: ARCA, 4 - GDC Cristina, 2

A equipa da ARCA alinhou com: Henrique João (capitão); Filipe Arezes, Carlos, Tó e Bruno. Jogaram ainda Alexandre e Nai.

As equipas da ARCA (de verde) e do Cristina que disputaram a final. 


Após este gládio campal entre as quatro formações da nossa freguesia, muitos foram os seus representantes e jogadores a estarem presentes nessa noite na sede da ARCA para se banquetearem num lanche preparado pelos órgãos que gerem esta Associação. Aproveitaram, simultaneamente, para apreciarem as obras dos pintores acima referidos. No final deste dia, foram entregues as medalhas e as taças a todos os que participaram nesta festa do desporto arcozelense.

ARCA, Casa do Benfica, Cristina e Andorinhas com os respectivos troféus.


Para as 22 horas, estava programado um concerto de música alternativa com duas bandas do concelho de Barcelos: The Old Times Blues Fucking Brothers e Rendimento Mínimo. No entanto, os factores climatéricos não permitiram a realização de mais uma festa dedicada à juventude, tendo sido adiada para breve.

No Domingo, deu-se então o grande momento das celebrações. A nova Banda Musical da ARCA - Barcelos fez a sua apresentação no largo da Igreja de S. José, por volta das 8:45. Um quarto de hora depois deu-se início à missa solene naquela Igreja, tendo a Banda da ARCA - Barcelos sido a responsável pela animação e acompanhamento da homilia. Após este momento eclesiástico, a nossa Banda deu a conhecer um pouco mais do seu reportório no largo da Igreja.

A Banda da ARCA - Barcelos a actuar diante dos arcozelenses no largo da Igreja de S. José.


Às 10:30, realizou-se um convívio no Centro Paroquial, que contou com a participação dos dirigentes da ARCA, dos membros da paróquia e ainda dos elementos que formam a Banda.

O convívio no Salão Paroquial de Arcozelo.


Desenrolava-se, entretanto, a exposição de pintura na sede da ARCA. Apesar da pouca adesão popular, é bom salientar a grande qualidade demonstrada pelas obras apresentadas.

Obras de Magali Van de Wiele.


03/02/2007
TORNEIO DE PLAYSTATION

Realizou-se no Domingo, dia 3 de Fevereiro, mais um Torneio de Playstation. O jogo escolhido para a competição foi o Pro Evolution Soccer 6 e contou com a participação de 36 jogadores.

RESULTADOS (prime aqui)undefined

A esta competição acorreram muitos jovens de Arcozelo e de freguesias vizinhas. O equilíbrio foi a nota relevante e o vencedor teve de "suar as estupinhas" para conquistar esta prova, pois estiveram grandes experts deste desporto informático, muito difíceis de bater. Fábio Santos foi o grande vencedor, revelando uma perícia que só está ao alcance dos melhores. Denotou, sem dúvida, uma grande paixão pelo jogo, pois terão sido muitas as horas passadas diante de um écran para dominar as feras computorizadas do futebol internacional.

O Sport Lisboa e Benfica foi o único clube português a ser escolhido pelos participantes, que deram primazia a outras potências do futebol mundial como o FC Barcelona, Real Madrid CF, Manchester United FC, Chelsea FC ou AC Milan.